A exemplo da Iguassu-IT, APLs do Paraná são fundamentais para alavancar empreendedorismo em TIC

A exemplo da Iguassu-IT, APLs do Paraná são fundamentais para alavancar empreendedorismo em TIC

A estruturação do complexo de tecnologia da informação e comunicação (TIC), tem nos arranjos produtivos locais (APLs), um expoente para sustentar as diretrizes do setor. São seis organizações estruturadas no Estado e, dentre elas, a Associação das Empresas de Tecnologia da Informação e Comunicação do Oeste do Paraná (Iguassu-IT). É por intermédio destas organizações que a Governança do Estado embasa suas ações.

O fortalecimento e desenvolvimento regional é fomentado pelas atividades conjuntas lideradas com base nos APLs, segundo o secretário de Estado da Ciência, Tecnologia e Ensino Superior, Evandro Razzoto.

A expressão do Paraná se dá em uma proporção de 50 anos em um, e, parte desse cenário é construído com a participação dos atores locais organizados. A tecnologia da Informação promove o acesso ao conhecimento, por exemplo, o que, conforme o secretário merece atenção especial.

A conjuntura de Governança do Estado, compreende a representação do Governo do Paraná, Associação das Empresas Brasileiras de Tecnologia da Informação (Assespro-PR), APLs e universidades.

A parceria público-privada, conforme o presidente da Iguassu-IT, Roberto Carpes, é a mola propulsora para o desenvolvimento e posicionamento competitivo a partir da troca de informações que alavanca um cenário positivo na região.

O presidente da Assespro-PR, Adriano Krzyuy, observa que, assim como a Iguassu-IT, a organização em APLs torna-se muito importante como reflexo da maturidade do setor, que gera resultados positivos na condução dos pleitos dentro da Governança de TIC do Estado do Paraná.

ÚLTIMAS NOTICIAS