Mais de 22 mil pessoas de 105 municípios visitaram a Technovação 2019 em Cascavel

Mais de 22 mil pessoas de 105 municípios visitaram a Technovação 2019 em Cascavel

Fórum Cyber Security chamou a atenção para segurança cibernética e proteção de dados

Pessoas oriundas de 105 municípios passaram pela Technovação 2019, feira que ocorreu em Cascavel, de 02 a 04 de maio, voltada à inovação em vários setores, dentre eles educação, tecnologia da informação e comunicação, meio ambiente e produção rural. Entre as exposições permanentes, houve palestras gerais e específicas em diferentes ambientes.

A meta era atingir 40 municípios, mas houve o envolvimento de 105. Um número superior 22 mil pessoas passou pelo local, dados que referenciam o sucesso do evento, segundo o diretor técnico da Fundação para o Desenvolvimento Científico e Tecnológico (Fundetec), Carlos Alberto Schulze. “Superou todas as expectativas”, comemora.

O impacto maior é para as futuras gerações, segundo o diretor técnico, pelo compartilhamento de conhecimento. Oficinas, fóruns de educação, segurança cibernética, energias renováveis e agroecologia foram trabalhados em ambientes específicos, além de temas que foram abordados no palco central e no espaço ponte.

Mais de 13 empresas e instituições parceiras estiveram envolvidas, de acordo com Carlos Schulze.

Segurança cibernética

Dentre os fóruns desenvolvidos esteve o Cyber Security, voltado à segurança cibernética, promovido pela Associação das Empresas de Tecnologia da Informação e Comunicação do Oeste do Paraná (Iguassu-IT). Foram 11 palestras com temas como a Lei Geral de Proteção de Dados e o seu impacto nos negócios, Perl para Segurança da Informação, Casos de Redteam e Engenharia Social, Vulnerabilidades em Aplicações Web, Proteção contra-ataques digitais, Arquitetura de Segurança, ambiente corporativo e Redes Wireless. “Foi bastante conhecimento compartilhado com quem participou do fórum e isso torna o ambiente digital mais forte no evento e, consequentemente estimula as empresas à proteção de dados”, destaca o presidente da Iguassu-IT, Roberto Carpes.

O associado Márcio Pinheiro, observa que o setor de tecnologia e inovação está em alta. A segurança cibernética é um assunto bastante importante diante da evolução dos meios digitais e inteligência artificial. A intenção, segundo Pinheiro,  é manter alguns trabalhos voltados à proteção cibernética.

ÚLTIMAS NOTICIAS