Parceria fundamenta ensino aprendizagem focada em demandas reais de empresas de TI no Oeste do Paraná

Parceria fundamenta ensino aprendizagem focada em demandas reais de empresas de TI no Oeste do Paraná

Uma parceria entre o Parque Científico e Tecnológico de Biociências (Biopark), e o Instituto Federal do Paraná (IFPR), visa a oferta de conhecimento e conteúdo prático para estudantes interessados em ingressar no mercado de trabalho, na área de Tecnologia da Informação e Comunicação (TIC).  Dentre os projetos, o primeiro deles, realizado em conjunto com as empresas Prati-Donaduzzi, Junsoft e Maxicon, de Toledo, é o Curso Técnico em Desenvolvimento de Sistemas.

Conforme noticiado pelo Biopark, são 30 alunos da primeira turma que passaram pelo processo seletivo no começo de fevereiro e iniciam os estudos neste mês. O curso é gratuito, tem duração de 18 meses e entre as áreas de conhecimento estão desenvolvimento de sistemas computacionais, implementação e gerenciamento de banco de dados, manutenção de programas e análise de dados. No segundo semestre de 2019 será aberto novo processo seletivo.

Lançamento

Em cerimônia na última semana o reitor do IFPR, Odacir Zanatta, formalizou a criação de um Centro de Referência em Inovação dentro do Biopark, o que permitirá novas ações e projetos educacionais, confirmando a relevância da parceria público-privada no desenvolvimento educacional, empresaria e industrial.

Conforme o presidente do Biopark, Luiz Donaduzzi, o curso resulta da parceria entre Biopark, empresas privadas e instituição de ensino pública, com o objetivo de atender as demandas das empresas e fortalecer a área de tecnologia na região oeste.

Protagonismo

O presidente da Associação das Empresas de Tecnologia da Informação e Comunicação do Oeste do Paraná (Iguassu-IT), Roberto Carpes, destaca o protagonismo do meio empresaria, com alusão às duas empresas associadas de Toledo e que fazem parte do projeto em conjunto.

Edilson Backes, da Junsoft, ressalta a importância do projeto por unir o setor acadêmico e produtivo em um único ambiente de pesquisa e inovação. “Temos vagas de trabalho abertas e este é o principal desafios para sustentar o crescimento das nossas empresas nos próximos anos”, frisa.

Anaide Holzbach, da Maxicon Sistemas, ressalta que a área de TIC se apresenta como uma nova via geradora de receita na economia da região Oeste do Paraná e, por tal motivo a formação de profissionais é muito importante para o setor.

O Coordenador de Pesquisa e Extensão do IFPR, câmpus Assis Chateaubriand, Renato Guerreiro, revela que a intenção é a integração entre ensino e pesquisa.

Sinergia

O importante desta parceria é ter o contato diretor e sinergia entre profissionais das instituições públicas com a iniciativa privada. O setor empresarial e o meio acadêmicos estarão integrados. A proposta é que o corpo docente serja formados, tanto por professores do IFPR, quanto das próprias empresas.

ÚLTIMAS NOTICIAS