Plataforma do SRI já tem mais de 160 ofertas e demandas do Oeste do Paraná publicadas

Plataforma do SRI já tem mais de 160 ofertas e demandas do Oeste do Paraná publicadas

Mais de 160 ofertas e demandas tecnológicas de empresas e associações do Oeste do Paraná já estão cadastradas na Plataforma do Sistema Regional de Inovação (SRI). Mais de 270 empresas, instituições de ensino e profissionais já informaram as suas competências e habilidades no mesmo banco de dados. A plataforma pode se acessada em plataformasri.pti.org.br.

A plataforma, desenvolvida pelo Parque Tecnológico Itaipu (PTI), foi idealizada durante discussões do SRI Oeste do Paraná surgiu a partir da necessidade de instituições científicas e empresariais compartilharem demandas, soluções e competências. Em resumo, segundo os idealizadores, o objetivo é conectar os atores do ecossistema (como empresas, associações e universidades) para identificar potencialidades e gerar soluções conjuntas que resultem em inovação, desenvolvimento científico e tecnológico.

As demandas são das mais variadas e incluem, por exemplo, estudos técnicos, desenvolvimento de softwares e/ou ferramentas de automação relacionadas a áreas como tecnologia da informação, engenharia mecânica, engenharia elétrica, biologia, alimentação e agronomia. “É uma ferramenta interessante para a região e uma possibilidade de acesso e interação do ecossistema regional”, enfatiza o presidente da Associação das Empresas de Tecnologia da Informação e Comunicação do Oeste do Paraná (Iguassu-IT), Márcio Pinheiro.

Demandas

Além do compartilhamento de demandas e soluções que resultem no desenvolvimento científico, tecnológico e inovação, a plataforma oferece outros serviços aos usuários, segundo o técnico de Ciência, Tecnologia e Inovação do PTI Cristian Jair Paredes Aguilar.

A plataforma SRI já conta com cadastros de outros locais do Paraná, além de outros estados, como Santa Catarina. “Fazer negócios no ambiente virtual que foca na inovação abre um leque de oportunidades e vantagens, como conhecer e interagir com as instituições de pesquisa e empresas, que possuem demandas e soluções tecnológicas. Outra vantagem é o estimulo para pesquisadores e centros de pesquisa apresentarem suas capacidades técnicas e know-how para desenvolver parcerias e projetos cooperados com outras instituições de pesquisa e empresas”, explica Cristian Jair Paredes Aguilar, técnico de Ciência, Tecnologia e Inovação do PTI.

Cadastros

Qualquer empresa ou pessoa física pode se cadastrar gratuitamente na plataforma SRI. “Temos potencial para ampliar a colaboração, parcerias e negócios na plataforma, e, para isso precisamos atrair mais cadastros de ofertas e demandas”, destaca Aguilar.

São consideradas demandas as problemáticas ou oportunidades de melhorias como desafios tecnológicos relacionados a processos, produtos, parcerias, resíduos entre outros. É aconselhado que as demandas partam de questões mais amadurecidas, quando já se consegue delimitar com clareza qual o gargalo a ser superado.

ÚLTIMAS NOTICIAS